O gol que virou portal.

Um portal de férias

Foto capturada na cidade de Barreirinhas, Maranhão, por Mauro Machado

Fim de tarde as margens do Rio Preguiça no Maranhão, encontrei este gol vazio, sem rede sem bola, somente as traves. Poderia assumir outra função, uma porta, um portal, apenas para variar. Senti que a foto estava ali, mas continuava escondida. Escolhi um ângulo, pensei a composição, regulei a câmera e depois me sentei na areia, esperando. A foto logo se revelaria. 

As nuvens passaram, as pegadas na areia se multiplicaram e eu continuava sentado deixando o tempo fluir. Fotografar um gol vazio, bela desculpa para esvaziar a mente e aproveitar o momento, o estar presente. Ao ver duas meninas correndo meus sentidos se aguçaram, a foto estava se formando. 

Acordei a câmera, ajustei o foco e esperei, logo as meninas voltariam. Um tempo enorme passou, tempo que nem a câmera saberia contar, mas elas voltaram. Bastou acompanhar o movimento e apertar o disparador no momento certo. Nada mais restava fazer, bastava pôr a câmera de lado e relaxar novamente. A foto estava pronta, podia voltar novamente ao meu momento zen, nem precisava conferir na telinha, sabia que a foto estava boa, resumindo meu momento de paz e tranquilidade. Meu doce momento de curtir o fim de tarde. Neste dia não fotografei mais, nem precisava.

Nem as traves quiseram manter a realidade de gol, transformaram-se em portal.

Nenhum comentário em “O gol que virou portal.”.

Os comentários para esse post foram fechados.