Um comentário sobre venda de câmeras…

Minha primeira Flika.

Minha primeira câmera, com filme 120.

Meses atrás uma ex-aluna me disse que estava muito feliz por ter feito um ótimo negócio através de um grupo de discussão de fotógrafos no Facebook. Ela comprara uma câmera de última geração com pouco mais de 2300 cliques. O “fotógrafo” que ela conheceu através do grupo só trabalhava com casamentos e eventos sociais e durante 1 ano tirou pouquíssimas fotografias, mas queria vender a câmera para atualizar o equipamento.
Nesta semana a mesma ex-aluna, participante de 12 grupos sobre fotografia do Facebook, contou que o sensor de sua câmera recém adquirida queimou, simplesmente torrou, sem possibilidades de conserto.  O “vendedor/fotógrafo”, tão brincalhão e profissional, sempre dando dicas e tal, simplesmente disse para ela que isso acontece, mas nada podia fazer.
Ele insistiu que tirou poucas fotos com a câmera e que possivelmente era problema de fabricação. O que ele não disse é que ele realmente fotografava muito pouco porque atuava como videomaker em uma empresa, chegando a gravar 4 ou 5 casamentos por semana.
Conclusão, ele simplesmente torrou o sensor gravando vídeos, e ao sentir que o sensor iria pifar de vez, vendeu a câmera “com pouquíssimo” número de cliques.
Afinal, tudo mundo se preocupa com o número de cliques e nunca pergunta no que a câmera estava sendo usada.
Gravar um vídeo de 30 minutos esquenta demais o sensor, provocando um desgate acelerado do mesmo. E o uso em vídeo não aparece como “cliques”  no contador da câmera.  A própria câmera tem um circuito que previne o super-aquecimento, mas o uso constante do vídeo destrói o sensor e processador dela.
Nesta conversa percebi 3 coisas, primeiro, continuo feliz por nunca ter participado de grupos de mídias sociais, pois é difícil avaliar a confiabilidade e conhecimento dos outros participantes. Segundo, basear-se somente no número de cliques de disparos é uma furada, pois outros fatores também afetam a vida útil das câmeras. Terceiro, conheça bem quem está vendendo a câmera, saiba como ou no quê esta câmera estava sendo usada. Uma câmera com uma boa quantidade de cliques, algo em torno de 35% do sua capacidade total, é uma câmera com muita vida útil pela frente.  Quando usada só para fotografia o desgaste do obturador é normal e previsto pelo fabricante que sempre informa sobre o limite do obturador, ou quantos cliques ele é previsto aguentar. Além disso, trocar um obturador é algo previsto e, portanto, fácil e não tão caro.
Agora, trocar um sensor torrado por super aquecimento ou um processador usado ao extremo, é impossível.

Nenhum comentário em “Um comentário sobre venda de câmeras…”.

Os comentários para esse post foram fechados.